sábado, 27 de fevereiro de 2016

Bolo de Abóbora com Especiarias | Spiced Pumpkin Cake


Este bolo é daqueles perfeitos para os dias mais frios e chuvosos que estamos a passar agora. É um bolo mais pesado e rico, com o toque quente das especiarias, que serviu para eu experimentar pela primeira vez melaço, ingrediente que nunca tinha visto antes à venda. Foi uma experiência com sucesso, o único inconveniente é que o bolo demorou uma hora e meia a sair do forno... Mas valeu a pena, ficou delicioso. 

Encontrei esta receita num dos meus blogues preferidos, Cinco Quartos de Laranja. Podem encontrar a receita original (à qual fiz algumas alterações) aqui.

Ingredientes

- 250 g de açúcar amarelo
- 4 ovos
- 180 g de manteiga com sal derretida
- 100 g de melaço de cana
- 335 g de puré de abóbora
- 300 g de farinha com fermento
- 1 colher de chá (mal cheia) de canela
- ¼ colher de chá de gengibre em pó- ¼ colher de chá de erva-doce em pó
- 1 pitada de cravinho

Glacé
- 10 colheres de sopa de açúcar em pó
- 1 colher de chá de leite

Preparação

1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma com manteiga, forre o fundo com papel vegetal e polvilhe com farinha.
2. Bata os ovos com o açúcar por alguns minutos até dobrarem de volume. Junte a manteiga derretida e bata novamente. Adicione o melaço e bata para envolver. 
3. Junte o puré de abóbora e envolva bem com uma espátula. Adicione a farinha, a canela, o gengibre, a erva-doce e o cravinho aos poucos e misture bem para envolver.
4. Verta a massa na forma e alise o topo. Leve ao forno por 1 hora e 30 minutos ou até um palito inserido no centro do bolo sair limpo.
5. Para fazer o glacé, misture bem o açúcar com o leite até obter uma mistura homogénea e sem grumos. Verta o glacé no bolo já frio e decore a gosto (eu decorei com casca de laranja cristalizada picada).


(In English)

Ingredients

- 250 g light brown sugar
- 4 eggs
- 180 g salted butter, melted
- 100 g molasses
- 335 g pumpkin purée
- 300 g self-raising flour
- 1 (level) teaspoon ground cinnamon
- ¼ teaspoon ground ginger
- ¼ teaspoon ground aniseed
- 1 pinch ground cloves

Glaze
- 10 tablespoons powdered sugar
- 1 teaspoon milk

Instructions

1. Preheat oven to 180ºC. Grease a baking tin with butter, line the bottom with baking paper and sprinkle with flour.
2. Beat eggs and sugar for a few minutes until doubled in volume. Add melted butter and beat again. Add molasses and beat to combine.
3. Stir in pumpkin purée using a spatula. Add flour, cinnamon, ginger, aniseed and cloves a little at a time and fold it in.
4. Pour batter into tin and bake for 1 hour and 30 minutes or until a skewer inserted in the center of the cake comes out clean.
5. For the glaze, stir milk and sugar together until you get a smooth mixture. Pour over the cooled cake and decorate to taste (I used finely chopped candied orange peel).

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Queen of Puddings


O Queen of Puddings é um doce tradicional inglês já bem antigo, com várias receitas para a sua elaboração que contêm, no entanto, os mesmos ingredientes base. Esta variação foi inspirada numa receita fornecida à New-York Historical Society em 1947, mas que data dos princípios do século XIX. Podem encontrar a receita original aqui.

Fiz esta sobremesa para participar no passatempo Sweet World lançado pelos blogs Lemon & Vanilla e Basta Cheio, cujo primeiro desafio era elaborar um Queen of Puddings. Hoje é mesmo o último dia deste passatempo, por isso vai um bocado em cima da hora, mas achei uma ideia tão boa que tinha mesmo de participar.

Ingredientes

- 200 ml de natas
- 2 chávenas de leite
- ¾ chávena bem cheia de pão de forma em pedaços
- ¾ chávena de açúcar
- 1 colher de sopa de manteiga
- 3 gemas
- 2 colheres de chá de extracto de baunilha
- raspa de limão q.b.

Doce
- 1 chávena de morangos congelados
- 1 chávena de framboesas congeladas
- 1 chávena de açúcar
- 1 pau de canela

Merengue
- 3 claras
- 3 colheres de sopa de açúcar

Preparação

1. Para o doce, coloque os morangos, as framboesas, o açúcar e o pau de canela num tacho e leve ao lume. Quando os frutos começarem a derreter e libertar água, mexa bem para envolver todos os ingredientes. Deixe o doce fervilhar até fazer ponto de estrada, mexendo ocasionalmente. Retire do lume e deixe arrefecer.
2. Para a custard, comece por misturar as natas com o leite. Adicione o pão e envolva.
3. Derreta a manteiga e junte ao açúcar, misturando com um batedor de varas. Junte as gemas uma de cada vez, mexendo vigorosamente até obter uma pasta homogénea. Verta a mistura do leite aos poucos, mexendo sempre.
4. Verta o creme num recipiente e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 50 minutos ou até ficar levemente dourado no topo. Retire e deixe arrefecer um pouco antes de espalhar o doce por cima.
5. Bata as claras com o açúcar até obter um merengue bem firme. Espalhe por cima do doce uniformemente e leve ao forno por 15 minutos até o merengue ficar dourado.


(In English)

The Queen of Puddings is a traditional English dessert with a lot of different recipes for it, even though they all share the same key ingredients. This particular variation was inspired by a recipe given to the New-York Historical Society Library in 1947, which dates to the early 1900s. You can find the original recipe here.

Ingredients

- 200 ml cream
- 2 cups milk
- ¾ cup white bread torn into small chunks
- ¾ cup sugar
- 1 tablespoon butter
- 3 egg yolks
- 2 teaspoons vanilla extract
- lemon zest

Jam
- 1 cup frozen strawberries
- 1 cup frozen raspberries
- 1 cup sugar
- 1 cinnamon stick

Meringue
- 3 egg whites
- 3 tablespoons sugar

Instructions

1. For the jam, place all ingredients into a pan and heat until the fruits defrost and start releasing liquid. Stir through to mix it well and let it simmer until it thickens to jam consistency, mixing occasionally. Remove from heat and let it cool down.
2. For the custard, start by combining cream and milk. Add bread and let it soak. 
3. Meanwhile, melt butter, add it to the sugar and whisk to rub it in. Add eggs yolks one at a time and whisk vigorously until it forms a paste. Pour milk mixture over it and continue whisking to dissolve the sugar.
4. Pour custard into a ceramic baking dish and bake in a preheated oven (180ºC) for 50 minutes or until the custard sets and the top becomes golden. Let it cool down a while before spreading jam over it.
5. Beat eggs whites with sugar until stiff and glossy. Spread evenly over the jam and bake for around 15 minutes or until it turns golden.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Almost-Red Velvet Cupcakes


"[...] São Valentim, cuja data de martírio está associada ao dia dos namorados em diversos países, é lembrado porque se opôs ao imperador Cláudio II, que proibira os namorados de se casarem durante as guerras, sobre a alegação de que os solteiros lutavam melhor. Assim nasceu o dia de São Valentim (Valentine's Day) [...] celebrado a 14 de Fevereiro."
 in De onde vêm as palavras: origens e curiosidades da língua portuguesa (Deonísio da Silva, 2014)
"São Valentim foi presbítero em Roma e sofreu o martírio nos tempos de Cláudio II, século III. A morte ocorreu num dia 14 de Fevereiro. Júlio I, papa de 337 a 352, erigiu uma basílica no local do martírio e sepultura do santo, perto da Via Flamínia. O dia da sua morte, segundo um ditado medieval, abre a estação do amor pelas aves e daí que São Valentim se tivesse tornado o patrono dos namorados."
in Dicionário de Nomes Próprios (Orlando Neves, 2002)

Estes cupcakes eram suposto ser "red velvet", mas não ficaram assim lá muito vermelhos por falta de corante. Com duas colheres de sopa de corante a massa ficou bastante vermelha, mas depois de ir ao forno perdeu a cor. Por isso, se fizerem esta receita e quiserem um vermelho bem forte, aconselho a utilizarem maior quantidade de corante. No entanto, ficaram óptimos e combinam na perfeição com a cobertura. Podem encontrar a receita original destes cupcakes aqui.

Sobrou cerca de uma chávena da cobertura, que utilizei para adornar um café de Viena muito simples e que ficou absolutamente delicioso. Consistiu de 2 colheres de chá de café e 1 colher de chá de chocolate em pó dissolvidos em água quente, um pouco de natas líquidas por cima e 2 colheres de sopa generosas da cobertura de mascarpone. Se preferir algo mais doce, pode também acrescentar um pouco de açúcar ao café.

Ingredientes

- 2 ½ chávenas de farinha sem fermento
- 1 ½ chávena de açúcar branco
- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
- ¼ colher de chá de sal
- ¼ chávena de cacau em pó
- ¾ chávena de óleo vegetal
- 1 ½ chávena de buttermilk*
- 2 ovos grandes
- 1 colher de chá de vinagre de sidra
- 3 colheres de chá de extracto de baunilha
- 2 colheres de sopa de corante alimentar vermelho líquido

*misture 1 ½ chávena de leite com 1 ½ colher de chá de vinagre e deixe repousar por 10 minutos

Cobertura
- 300 g de queijo mascarpone
- 100 ml de natas
- 2 colheres de sopa + 1 colher de chá de açúcar branco

Preparação

1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre formas para queques com forminhas de papel.
2. Combine a farinha, o açúcar, o bicarbonato, o sal e o cacau num recipiente e reserve.
3. Bata os ovos com o óleo com um batedor de varas até ficar tudo bem incorporado. Acrescente o vinagre, a baunilha e o buttermilk e misture bem.
4. Peneire os ingredientes secos para dentro do preparado anterior aos poucos, envolvendo bem com uma espátula. Acrescente o corante e mexa bem para distribuir.
5. Distribua a massa pelas formas e leve ao forno por 20 minutos ou até um palito inserido no centro sair limpo. Desenforme os queques e deixe arrefecer.
6. Para a cobertura, comece por bater o queijo mascarpone com 2 colheres de sopa de açúcar. Bata as natas com o restante açúcar até ficarem bem firmes. Envolva as natas no mascarpone suavemente utilizando uma espátula. Decore os cupcakes com este creme utilizando um saco de pasteleiro.


(In English)

These cupcakes were meant to be red velvet, but apparently I didn't add enough food coloring for them to have a strong color. The cupcake batter was very red, but when the cupcakes came out of the oven they had a reddish-brown color, so if you'd like to try this recipe I'd recommend you use more food coloring. However, they turned out delicious and the frosting complemented them perfectly. You can find the original recipe here.

There was about a cup of frosting leftover so I used it in a very easy and delicious Vienna coffee, made by dissolving 2 teaspoons of instant coffee and 1 teaspoon of powdered chocolate in hot water and topping it off with a little cream and a few generous dollops of the frosting. If you'd like it to be a bit sweeter add some sugar in with the coffee.

Ingredients

- 2 ½ cups all-purpose flour
- 1 ½ cup white sugar
- 1 teaspoon baking soda
- ¼ teaspoon salt
- ¼ cup unsweetened cocoa powder
- ¾ cup vegetable oil
- 1 ½ cups buttermilk*
- 2 large eggs
- 1 teaspoon cider vinegar
- 3 teaspoons vanilla extract
- 2 tablespoons liquid red food coloring

* mix 1 ½ cups milk with 1 ½ teaspoons vinegar and let it rest for 10 minutes

Frosting
- 300 g mascarpone
- 100 ml whipping cream
- 2 tablespoons + 1 teaspoon white sugar

Instructions

1. Preheat oven at 180ºC and line a cupcake pan with paper baking cases. 
2. Combine flour, sugar, baking soda, sal and cocoa powder in a bowl and set aside.
3. Whisk eggs and oil together. Add buttermilk, vinegar and vanilla and whisk again.
4. Sift dry ingredients into wet ingredients a little at a time and mix well with a spatula. Add food coloring and combine thoroughly to distribute evenly.
5. Pour batter into cupcake pan and bake for 20 minutes or until a toothpick inserted in the center comes out clean.
6. To make frosting, start by beating mascarpone with 2 tablespoons sugar. Beat cream with remaining sugar until stiff peaks start to form. Gently fold cream into mascarpone mixture. Pipe frosting onto the cupcakes and decorate them however you'd like.


Feliz Dia de S. Valentim!
Happy Valentine's Day!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Risotto de Beterraba | Beetroot Risotto


Este risotto é, sem dúvida, dos melhores pratos que já experimentei. Ficou absolutamente delicioso, bem cremoso, com os sabores fortes dos queijos de cabra e parmesão e o toque adocicado da beterraba. Utilizei arroz carolino e não o arroz arbório que é normalmente recomendado para risottos, e ficou com uma óptima consistência. Não sou nenhuma chef profissional e risotto não é a minha especialidade, mas arrisco-me a dizer que arroz arbório não é necessário para obter um bom risotto.

Recomendo bastante esta receita, tanto que já estou a planear repeti-la daqui a alguns dias. Podem encontrar a receita original aqui, à qual fiz algumas pequenas alterações.

Ingredientes

- 3 beterrabas pequenas, cozidas e reduzidas a puré
- 2 colheres de sopa de manteiga
- 1 cebola picada
- 1 chávena de arroz carolino
- 4 chávenas de caldo de legumes
- ½ copo de vinho tinto
- 100 g de queijo de cabra curado, em cubos
- 1 chávena de queijo Parmigiano-Reggiano ralado
- ½ colher de chá de tomilho seco

Preparação

1. Derreta 1 colher de sopa de manteiga num tacho, acrescente a cebola e deixe cozinhar até ficar translúcida. Adicione o arroz e misture bem. Junte também o vinho e deixe cozinhar um pouco até sentir o álcool a evaporar.
2. Junte a beterraba e uma concha do caldo e mexa para envolver. Deixe cozinhar até reduzir maior parte do líquido. Vá adicionando o caldo uma concha de cada vez, mexendo sempre até que o líquido evapore e juntando mais caldo quando o arroz começar a secar.
3. Com a adição da última concha de caldo, junte também o queijo de cabra e o tomilho, mexendo bem para envolver e derreter. Quando o arroz estiver cozido al dente, desligue o lume e acrescente 1 colher de sopa de manteiga e o queijo parmesão. Envolva bem, cubra o tacho com uma tampa e deixe descansar por 5 minutos antes de servir com mais um pouco de queijo parmesão ralado por cima.


(In English) 

This risotto is, without a doubt, one of the best dishes I've ever made. It's absolutely delicious, very creamy, accented by the sharpness of the cheeses and the light sweeteness of beetroot. I didn't use arborio rice, which is usually recommended when making risotto, but the Portuguese rice Carolino, another kind of starchy rice. I'm not a professional chef and I'm certainly no expert on risotto, but I dare say arborio rice is not essential to making a good risotto.

I loved this dish so much I'm already planning to repeat it in a few days. I highly recommend you try it out. You can find the original recipe here.

Ingredients

- 3 small beetroots, cooked and puréed
- 2 tablespoons butter
- 1 onion, chopped
- 1 cup arborio rice (or any kind of starchy rice)
- 4 cups vegetable stock
- ½ glass red wine
- 100 g cured goat cheese, cubed
- 1 cup Parmigiano-Reggiano, grated
- ½ teaspoon dried thyme

Instructions

1. Melt butter in a pan, add onion and cook for a few minutes until translucent. Add rice and stir well. Pour in the wine and cook until the alcohol mostly evaporates.
2. Add beetroot and a ladle full of stock. Let cook until most of the liquid has been absorbed, stirring it well in the meantime. Continue to pour in the stock, a ladle at a time, mixing until it's absorbed and adding more when the rice begins to dry.
3. When ladling in the last of the stock, add goat's cheese and thyme and mix well until the cheese melts. When the rice is cooked al dente, turn off the heat. Add a tablespoon of butter and the parmesan cheese and mix it through. Cover with a lid and let it rest for 5 minutes before serving with a little more grated parmesan on top.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Cooking with the Stars #2: President Reagan's Favorite Macaroni and Cheese


A maior parte das pessoas conhecem Ronald Reagan como o 40º presidente dos Estados Unidos, mas antes de se dedicar à política, foi actor em Hollywood, daí ser incluído nesta colecção de receitas das estrelas de Hollywood clássico. Hoje é o seu 105º aniversário, celebrado aqui com a sua receita preferida de Macaroni and Cheese. Curiosamente, os queijos que utilizei neste prato coincidem com a sua ascendência irlandesa e escocesa. 

Pouco relevante para esta publicação, mas uma curiosidade que achei interessante, é o facto de Thomas Jefferson, o 3º presidente dos Estados Unidos, ter sido um grande apreciador de macaroni and cheese, chegando a adquirir uma máquina de fazer macarrão enquanto viajava em Itália.

Ingredientes

- 230 g de macarrão
- 1 colher de chá de manteiga
- 1 ovo batido
- 1 chávena de queijo Cheddar suave irlandês ralado
- 1 chávena de queijo Cheddar "vermelho" suave escocês  ralado
- 1 chávena de queijo Parmigiano-Reggiano ralado
- 1 colher de chá de mostarda em pó
- 1 colher de chá de sal
- 1 colher de sopa de água quente
- 1 chávena de leite

Preparação

1. Coza a massa em água a ferver e escorra bem. Adicione a manteiga e o ovo e envolva. Junte o queijo, reservando o suficiente para polvilhar por cima.
2. Coloque a massa num pirex untado com manteiga. Dissolva a mostarda e o sal na água quente e adicione ao leite. Verta o leite sobre o macarrão, polvilhe com o restante queijo e leve ao forno a 180ºC por 30 minutos.


(In English)


Most people know Ronald Reagan as the 40th President of the United States, but before his career in politics he was an Hollywood actor, which is why I'm including this dish in a collection made up of Classic Hollywood stars' recipes. Today is his 105th birthday, celebrated here with his favorite recipe of macaroni and cheese. Coincidentally, the cheeses I used here are connected to his Irish and Scottish ancestry.

On an unrelated but interesting note, Thomas Jefferson, the 3rd President of the United States, was also very fond of macaroni and cheese. He even purchased a macaroni making machine while he was travelling in Italy.

Ingredients

8 ounces (230 g) macaroni
1 teaspoon butter
1 egg, beaten
1 cup mild Irish Cheddar, grated
1 cup mild Scottish red Cheddar, grated
1 teaspoon dry mustard
1 teaspoon salt
1 tablespoon hot water
1 cup milk

Instructions

1. Cook macaroni in boiling water until tender; drain thoroughly. Stir in butter and egg. Add cheese reserving enough to sprinkle on top. Pour into buttered casserole. 
2. Mix mustard and salt with hot water and add to milk. Pour over macaroni; sprinkle with remaining cheese. Bake at 180ºC for about 30 minutes.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Gratinado de Pescada e Legumes


Esta é uma refeição simples e deliciosa, perfeita para "enganar" quem não gosta de comer legumes, visto que estão aqui bem escondidos. Claro que podem utilizar os legumes que quiserem, usar outro tipo de peixe ou reduzir algumas calorias com natas vegetais.

Ingredientes

- 2 filetes de pescada
- 1 chávena de batata ralada
- 1 chávena de chuchu ralado
- 1 chávena de cenoura ralada
- 3 colheres de sopa de azeite
- 1 colher de sopa de manteiga
- 1 cebola em meias-luas
- ½ chávena de alho-francês em rodelas
- 1 colher de sopa de aipo picado
- ½ chávena de pimento em tirinhas (amarelo e verde)
- 3 colheres de sopa de milho em lata
- 200 ml natas
- sal, pimenta e salsa fresca picada q.b.
- queijo flamengo ralado q.b.

Preparação

1. Coza o peixe em água com sal e escalde os legumes na mesma água.
2. Refogue a cebola no azeite e manteiga até ficar translúcida e ligeiramente dourada. Junte alho-francês, aipo e pimento e refogue até a cebola ficar caramelizada. Junte o peixe desfiado e os legumes escaldados, envolva tudo muito bem e junte também as natas. Tempere com pimenta, aromatize com salsa e misture novamente.
3. Retire do lume e distribua a mistura por um pirex. Polvilhe com o queijo flamengo ralado e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 30 minutos ou até ficar dourado.

 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Sopa de Cebola Francesa | French Onion Soup


As sopas de cebola já são populares desde o tempo dos Romanos, sendo consideradas alimento dos pobres visto que as cebolas eram abundantes e fáceis de cultivar. Foi só no século XVIII que teve origem esta versão moderna elaborada a partir de caldo de carne e cebolas caramelizadas, finalizada com croutons e queijo derretido por cima. Mais tarde, nos anos 60, esta receita ressurgiu em popularidade nos Estados Unidos.

O queijo utilizado na sopa de cebola francesa autêntica é normalmente Comte, ou também Gruyère, mas como não tinha nenhum destes queijos, utilizei mozzarella ralado e ficou deliciosa à mesma.

Esta sopa foi baseada na receita de sopa de cebola gratinada da Filipa Gomes, cuja receita original podem ver aqui.

Ingredientes

- 2 colheres de sopa de manteiga
- 3 colheres de sopa de azeite
- 3 cebolas grandes
- sal e pimenta q.b.
- 2 colheres de sopa de farinha
- 1 copo de vinho branco
- 1 L caldo de carne
- 1/2 colher de chá de tomilho seco
- 3 fatias de pão integral caseiro
- 2 fatias de bacon em tirinhas
- queijo mozzarella ralado q.b.

Preparação

1. Corte as cebolas em meias-luas. Junte a manteiga e o azeite num tacho e leve ao lume até derreter. Adicione as cebolas, tempere com sal e pimenta e deixe refogar até as cebolas amolecerem e caramelizarem, mexendo sempre para evitar que queime.
2. Junte a farinha e mexa para distribuir. Adicione o tomilho, o vinho e o caldo de carne, mexendo bem para envolver e dissolver a farinha. Deixe ferver, reduza o lume e deixe cozinhar em lume médio durante 30 minutos.
3. Torre o pão e corte-o em cubos. Coloque a sopa de cebola numa taça, cubra com o pão, distribua o bacon por cima e finalize com o queijo mozzarella ralado. Leve ao forno até o queijo derreter e começar a dourar (cerca de 10-15 minutos).


(In English)

Ingredients

- 2 tablespoons butter
- 3 tablespoons olive oil
- 3 large onions
- salt and pepper to taste
- 2 tablespoons flour
- 1 glass white wine
- 1 L meat stock
- 1/2 teaspoon dried thyme
- 3 slices of homemade whole wheat bread
- 2 bacon slices cut into small pieces
- grated mozzarella cheese

Instructions

1. Slice onions into half moons. Heat butter and olive oil in a pan. Add onions, season with salt and pepper and cook until they soften and caramelize, while mixing to avoid burning.
2. Sprinkle flour and mix well. Add thyme, wine and stock and mix well to dissolve flour. Bring to a boil, reduce to medium heat and let it cook for 30 minutes.
3. Toast bread and cut into cubes. Ladle soup into a ovenproof dish, place bread on top, distribute bacon over it and finish with a generous sprinkle of grated mozzarella cheese. Broil until cheese melts and turns lightly golden (around 10-15 minutes).